SOBRE O LEGADO DA COPA DO MUNDO – POR QUE ESPERAR O NÃO OBVIO?

Equipe CIA Intergeracional, no Rio Grande, São Luis.

Em todos os lugares que se vai, de quase todas as notícias que se ler, predomina a linha de reflexão que vislumbra um legado da COPA voltado meramente para a infra-estrutura das cidades. Quase não se fala ”daquilos” que poderiam ser os verdadeiros e importantes legados. Eu enumeraria alguns, todos relacionados com a própria temática do futebol:
1) Estruturação da prática do esporte por dentro das escolas, com recursos específicos para seu custeio.
2) Equipamentos e infra-estrutura das escolas, praças e áreas de lazer espalhadas pelo país.
3) Valorização e apoio ao futebol praticado por mulheres.
4) Estímulo ao lazer e ao entretenimento, como formas de melhorar a qualidade de vida de milhões de pessoas e não meramente ao futebol como mercadoria, que contribui apenas para enriquecimento de algumas dezenas.

Um país como o Brasil, que cresce e se desenvolve, País Rico, como diz o lema do Governo Federal e revelam os números, apesar de ainda termos que enfrentar por uma, duas ou três décadas, se realmente enfrentadas, as desigualdades, a construção de trens balas, aeroportos, metros e outras grandes obras é questão de tempo (curto tempo) e não precisa de agenda desses eventos.

Na minha opinião, o foco está equivocado e as contradições são extremamente entristecedoras e aviltantes. Um exemplo disso, que não diz respeito direto à FIFA e ao Governo Federal, mas também esses são responsáveis por não apresentarem propostas estruturantes, é o que ocorre com o futebol praticado por mulheres no Brasil. O nosso país tem quase 200 milhões de pessoas apaixonadas por esse esporte, mas apenas os homens são levados em conta quando se planeja os investimentos.

O que ocorreu com o final do time de futebol feminino do Santos é um grande exemplo desse descaso. Para pagar um único jogador, que aos 20 anos já tem dinheiro suficiente para o resto da vida, se aborta sonhos não apenas de uma equipe, mas de um grande número dessas mais da metade da população brasileira que sonhava em ver o Time de Futebol de Mulheres do Santos inspirando patrocinadores, governos e outras equipes para apoiarem o esporte praticado por mulheres.

Na foto estou com várias mulheres que praticam futebol em São Luis. Algumas sonham em ser profissionais. O Instituto Formação tem apoiado alguns eventos esportivos com essas jogadoras. Tanto pelo lazer, quanto pelo apoio ao sonho que elas têm.

Apesar de tudo, não se pode parar de sonhar!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s