QUE VALORES PODEMOS APRENDER COM OS ESPORTES EDUCATIVOS?

O novo padra de beleza

    Diane Sousa

    Para iniciar essa reflexão eu começo dizendo que os três conceitos: valores, esportes e educativos tem muitos lados. Não me deterei muito aos três conceitos, mas apenas a uma rápida reflexão sobre os valores, a partir daquilo que já posso compreender, após algumas disciplinas cursadas na Universidade e diálogos que faço com companheiras de trabalho e amigas.

    Em qualquer pesquisa na internet podemos identificar que o conceito valor é estudado por diferentes áreas de conhecimento como a Filosofia, a Política, a Psicologia, a Antropologia, a Economia, a Sociologia e a Arte.

    Os filósofos, por exemplo se dedicaram aos valores éticos. Estes têm relação com uma preferência consciente. A abordagem filosófica descreve o valor como sendo nem totalmente subjetivo e nem totalmente objetivo, mas determinado pela relação estabelecida entre sujeito e objeto.

    Os psicólogos se dedicaram mais ao estudo dos valores relacionados com o comportamento e as atitudes dos indivíduos.

    Os sociólogos se dedicaram aos valores considerados como produto das relações sociais e relacionados às normas, representações, entre outras formas. Ainda nas Ciências Sociais, o valor expressa uma relação entre as necessidades do indivíduo, como por exemplo: jogar bola, tocar, construir, falar, comer, respirar, se vestir, reproduzir-se, enfim, a necessidade de viver com a capacidade do que existe para essa satisfação ser realizada.

    Os antropólogos relacionam o valor com as características de indivíduos ou dos grupos que influenciam a seleção das formas, dos meios e dos fins de uma determinada ação.

    Os economistas tratam o conceito do ponto de vista material, do valor da mercadoria, do produto.

    De fato, não importa a área de conhecimento, compreendendo que o conhecimento necessário para um homem na sua totalidade é integralizado os valores que são humanos constituem-se TODOS ELES fundamentos da consciência humana. Sem os valores a vida seria apequenada, mesquinha, estreita, restrita e restritiva.

    Os valores fornecem dessa forma a argamassa dos conhecimentos teóricos e práticos que a humanidade tem construido ao longo dos milênios. Para uma compreensão mais didática, vamos refletir a partir da hierarquização dos valores em:

    ÉTICOS – aqueles que orientam o comportamento do homem em relação aos outros homens no meio social em que vive.

    POLÍTICOS – valores fundamentais como justiça, igualdade, imparcialidade, cidadania e liberdade.

    MORAIS – são valores que se referem às normas ou critérios de conduta que afetam, como, por exemplo, a solidariedade, honestidade, verdade, lealdade, bondade e o altruísmo.

    ESTÉTICOS – são valores da expressão que nos fazem ver não apenas no espiritual, mas também no corporal, por exemplo, a harmonia, o belo, o feio, o sublime, o trágico.

    A subjetividade está presente nestes valores, depende do olhar, da fruição. È igual à frase de que cada ponto de vista é a vista de um ponto desde um lugar determinado. Os valores estéticos também são bastante determinados pelos padrões construídos socialmente, pelos fetiches da sociedade que definem o belo, o feio, etc.

    E COM OS ESPORTES EDUCATIVOS…

    Todos esses valores em diferentes escalas e graduações estão presentes na forma como planejamos e realizamos as ações em nossas organizações, mas até mesmo pela minha paixão pela bola, mas também pela arte, pela música, pela percussão, pelas ondas, pelas cordas, pelo molejo do corpo na dança, no baile, assim como pela bola que corre na direção de uma rede, a mesma bola que quando lá chega (na rede) não dorme, mas insinuosamente retorna ao campo pela mão, pé ou cabeça de alguém….por tudo isso tenho uma afeição pelos valores estéticos, não nos padrões fetichizados por nossa sociedade de mercado em que tudo se torna um produto, mas por aquilo que com uma mirada para além desse horizonte do mercado, somos capazes de alcançar como sendo belo, harmonioso e por que não dizer, sublime!.

    Por isso, considero o FutRua3, o futebol de rua, a pelada que jogava na rua da minha casa muito bonito, quando misturamos pessoas, de todas as cores, de todos os gêneros numa brincadeira onde o feio (por exemplo o bullying, o preconceito), não tem chance de se firmar.

    Mas essa prática que revela valores estéticos, também revela todos os demais valores.

    Os morais, como a solidariedade, o altruismo, a convivência entre as partes, que mesmo sendo diferentes não reforçam desigualdades de chance, de oportunidade.

    Os políticos, como o desenvolvimento da cidadania, com a participação, o desenvolvimento da competencia de mediar e de negociar desde muito cedo na vida das crianças e adolescentes que praticam as diferentes modalidades de esportes em 3 tempos.

    E no meio de tudo isso devem ser esparaiados pela prática os valores éticos, que fortalecem sujeitos dgnos, sensíveis, firmes, corretos. Sujeitos que são e não apenas momentaneamente ficam.

    Temos sempre um longo caminho a percorrer, uma longa vida a aprender quando tratamos dos valores. Esse é um mundo das palavras que todos sabem dizer, repetir (igualdade… solidariedade…) mas poucos sabem com tanta intensidade vivê-los.

    Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s