AS DISTINTAS FACES DO ESPORTE PERIGO X ESPORTE COMO FERRAMENTA DE EMANCIPAÇÃO HUMANA E LAZER

Dois anos depois que eu nasci morria Ayrton Senna, que mais tarde fiquei sabendo ser o extraordinário piloto que foi. Morreu no Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Ímola, durante o Grande Prêmio de San Marino, em 1994. Cheguei em São Paulo hoje, 30 de dezembro e fico sabendo a notícia do acidente de Michael Schumacher, gravemente ferido enquanto esquiava nos Alpes franceses. Esses dois, como tantos outros sempre encararam o esporte para lá do limite da velocidade, sem nenhuma prudência, destemidos! É muito bom vê-los no fio da meada, mas não seria necessário ter um limite para segurança da vida?

Estamos cansados de ver brigas entre torcidas dentro e fora dos estádios brasileiros em clássicos locais, algumas ocorrendo com muita recorrência como: corintianos x palmeirenses, flamenguistas x vascaínos, quase sempre com morte. Na final do Campeonato Brasileiro de 2013 vascaínos e atleticanos guerrearam até a morte, no interior do Paraná. Onde estão os valores estéticos, culturais, a segurança e o compartilhamento? É certo que o nome Arena, que substitui estádios ajuda a criar um clima de guerra, afinal, foram nas arenas que em séculos passados muitos homens lutaram entre si até a morte. É isso que queremos para a nossa cultura futebolística?

Atletas de diferente esportes exploram o limite de seu corpo, de sua resistência para garantir uma vitória e quase sempre deixam suas carreiras sem condições físicas adequadas para compartilharem uma vida saudável ao lado dos que amam. Boxeadores lutam até o nocaute, no MMA a brutalidade transmitida em tempo real invade casas de famílias com quadro de violência doméstica alimentado a sandice de quem já é violento ou estimulando quem não o é a experimentar dar uns chutinhos num coleguinha, num amigo…Onde está a beleza, o compartilhamento, o bom espetáculo? Na violência?

Será esse o rumo que deve tomar os esportes? O que fazer para o limite ser o da vida, o da confraternização, o da beleza dos esportes?

Por isso é tão importante pensarmos amplamente propostas de esportes educativos, para a emancipação humana e o lazer que valorizem boas práticas e nos possibilite vivenciar ao mesmo tempo o bom espetáculo e a convivência pacífica e fraterna.Quadra bolação 1 - blog

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s